quinta-feira, 24 de abril de 2014

Utensílios nerds para churrasco

Quem não gosta do cheiro de carne assando e reunir os amigos para conversar sobre seus jogos favoritos?! Agora imagine fazer isso de uma maneira nerd.

Não estranhe. Em uma busca na nossa enciclopédia digital – nosso querido Google- achamos alguns utensílios que foram feitos para fazer o seu churrasco de uma maneira muito mais legal.

Eduardo Marinho, sócio fundador de uma Distribuidora deCervejas na Barra da Tijuca e Recreio, a Barra Ice Delivery, já havia mostrado em seu blog, diferentes tipos de churrasqueiras. Mas, os itens para churrasco transitam também entre games e filmes. Dê uma olhada abaixo na lista que elaboramos. Check it out!

Espeto




Esse espeto em formato X-Wing é essencial para você, amante de Star Wars. Com essa ferramenta, suas salsichas ficarão prontas na velocidade da luz.

Tábua de carne


Se você é de antes da década de 90, vai se apaixonar por essa tábua de corte. A Tábua caracterizada de pacman é ideal para você que é amante do clássico game e quer cortas peças deliciosas de carne.

Churrasqueira


Essa vai para você, amante de futebol. Imagina assar uma carne em uma dessas. É de deixar Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo cheios de inveja.


E você, está esperando o que para chamar seus amigos e fazer um churrasquinho nerd, hein?

terça-feira, 22 de abril de 2014

Rota 66 – Uma estrada de cinema



Provavelmente você se lembra de alguma cena épica de algum filme onde o cara decide fazer algo grandioso do tipo, salvar a mocinha. O protagonista - ou a protagonista, sobe em um seu carro, moto ou nave espacial cheio de marra e segue acelerando desvairado pela estrada.


A Rota 66 foi fundada em 1926. A rodovia levava através de suas faixas, motoristas do leste ao oeste dos Estados Unidos, saindo de Chicago e chegando a Califórnia, totalizando 3.755km. Os Estados de Missouri, Kansas, Illinois, Texas, Novo México e Arizona eram um dos lugares por onde a rodovia passava.

Hoje a rodovia está desativada. Mas sua história não deve ser deixada de lado. O primeiro Mc Donald’s foi construído ali e o primeiro motel, que é a junção de “motor+hotel”, também foi criado lá.


Filmes que já fizeram parte da estradas

Gregory Maitre, sócio fundador da Betuseal, empresa que produz um selante para asfalto capaz de rejuvenescer o aspecto da estrada, nos ajudou a montar essa lista com famosos filmes que já utilizaram a estrada como cenário.

Carros

Esse filme de animação que tem diversos “takes” em áreas desertas, teve cenas inspiradas nessa incrível estrada.

Easy Riders

Não dá para falar da estrada sem citar um filme de motoqueiros. Nesse filme produzido em 1940, dois motoqueiros, Wyatt Earp e Billy the Kid, viajam em busca de liberdade pessoal.

Forrest Gump

Lembrando que todos deveriam assistir a esse filme. O melhor contador de histórias de todos os tempos, passa pela estrada em algumas cenas do filme. Em uma delas, o personagem passa por parte da Rota 66 quando está indo para o Arizona.

On the Road

Esse filme é dirigido pelo diretor brasileiro Walter Salles e tem em seu elenco a estrela do nosso “querido” filme Crepusculo - Kirsten Steward. O filme se passa em 1940, época onde muitos jovens cruzam os Estados Unidos do leste ao oeste. Para isso, naquela época, eles precisam utilizar a Rota 66.

Thelma & Louise

Nesse filme, uma garçonete e uma dona de casa, decidem sair do seu marasmo e cair na estrada. Nessa viagem, elas se envolvem em diversas confusões, chegando até a serem seguidas pela polícia.

Deu vontade de assistir né? Uma dica: comece pelos clássicos. Valem muito a pena!

RESENHA South Park: O PAU DA VERDADE


O PAU DA VERDADE.

Por, Rodolfo Oliveira.

South Park: The Stick of Truth é uma homenagem à série animada do Comedy Central e aos clássicos de RPG de turnos, que na minha opinião, não deve “quase nada” aos grandes conhecidos do público, como a saga Final Fantasy.

O primeiro passo é entender o South Park TSOTT.

De cara você pode torcer o nariz ao ver os gráficos, mas esse é um fator que traz toda uma imersão ao longo do gameplay, pois após alguns minutos de jogo você se sente parte do grupo de amigos que jogam RPG pela cidade e logo associa que o mesmo nada mais é uma nova temporada “jogável”. SIM, ele é jogo voltado para os fãs da série, mas isso não impede que novos jogadores (pelo menos os com senso de humor) aproveitem a experiência. 


Ao começar você deve criar o seu próprio personagem e deve sair pela cidade. Sabe-se que você é novo em South Park e que seus pais deixam a entender que você passou por algum tipo de trauma (não vou contar) e assim lhe dão a missão de conseguir amigos. Logo você conhece Butters, o Paladino e descobre que existe uma espécie de jogo live action rodando por South Park. Butters o leva até Eric Cartman, o Feiticeiro líder do seu grupo que lhe explica sobre a guerra entre os humanos e os elfos (malditos bastardos!) no qual brigam pelo controle do “Stick of the Truth”(O Pau da Verdade, hehe), pois aquele que o possuir controlará o universo.


É em cima dessa narrativa (e muitos insultos) que o jogo se desenrola, mostrando uma gama muito grande de golpes, magias e acessórios como em um RPG “tradicional”, atribuídos aos adjetivos peculiares da série como “Peruca de Gótico”, “Dardos de Bar”, “Badalhoca”(bosta) entre outros.

Você também pode escolher entre quatro classes pra começar a aventura, que são: Guerreiro, Ladrão, Mago ou Judeu. Cada uma dessas classes lhe dará poderes específicos e se utilizarão de acessórios convenientes as suas necessidades.


A batalha é feita por turnos, onde cada personagem ataca separadamente usando magias, ataques físicos de curta e longa distância, além de usar poções de cura, revitalização de mana e etc.
Seu personagem também mantém uma rede social, como o facebook, com atualizações de status dos seus amigos que são muito interessantes e que te ajuda a entender a história e a motivação de cada personagem.

South Park: The Stick of Truth , assim como a série animada, é cheio de referências à cultura pop e de um humor trash característico (Ku Klux Klan, Al Gore entre outros). Os personagens fazem piada de tudo, desde as bem sutis de como quando você ganha uma luta e o Butters fala “Me sinto mais experiente” até as mais pesadas que podem pisar no calo dos mais “coxinhas” como chamar a ajuda de Jesus que atira em todos os seus inimigos com uma metralhadora.

Até mesmo a trilha sonora tira sarro de games de aventuras épicas, o que traz um contraste muito grande com aquele cenário pobre e bem colorido mas cabe muito bem se você entender a motivação.
Aventura, batalha, aliens, humor negro (Um pouco racista quando falam sobre ruivos),  e muitas risadas lhe esperam em South Park: The Stick of Truth.


THUMBS UP: Sátiras incomuns em games, Muitas risadas, Sistema de batalha interessante que pede pra que você aperte o botão no tempo certo ou numa sequência específica.

THUMBS DOWN: Demora um pouco a evoluir. O fato de poder usar um item e poder atacar no mesmo turno te deixa dependente de poções após algumas horas de jogo, A história não é lá essas coisas.


NOTAS: Gráficos – 9 (Pela proposta)
              Gameplay – 8 (Se torna enjoativo, como quase todo RPG de turno)
              História – 6 (NHÉ, ser um RPG de amigos é legal, mas só isso)
              Música – 7 (Fizeram bem na parte que podiam fazer)

(coca)MÉDIA: 7,5 (e tenho dito)





quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Novidades Asiáticas: Retrovisor Faz-Tudo

Aaah... os chineses. Sempre eles pra inventarem alguma coisa tecnológica absurda, não é? Então, a jogada da vez foram os retrovisores de carro. Esses acessórios já estão sendo alvo de tecnologias há tempos, vários já possuem telas que mostram as câmeras traseiras do veículo, e alguns até possuem um GPS acoplado. Só que para nossos amigos asiáticos isso não é suficiente.


A empresa Chinavasion, de Hong Kong, acabou de lançar um retrovisor que, além de ter GPS e câmera traseira, possui uma tela Touch-Screen e um processador Centrality Atlas 4 Dual-Core 500 MHz que o possibilita rodar vídeos, músicas e jogos. Aliado a tudo isso, ele vem também com uma câmera embutida que te permite gravar vídeos em resolução de 640x480 e em cinco formatos diferentes (3GP, AVI, MP4, MPG E WMV).


Para o especialista em automobilística, Danilo Vasconcelos, sócio fundador da Dinamicar Pneus Rj, o retrovisor tem funções muito interessantes, como a da câmera acoplada, que pode servir de proteção para os motoristas caso haja algum tipo de violência contra ele. Porém, todos que o possuírem terão que ter mais consciência e tentar usar o aparelho de modo seguro, para evitar acidentes.

Como todo mundo sabe, o trânsito é um lugar onde qualquer erro pode custar não somente a sua vida, mas também a vida de pessoas que não têm nada a ver com você. Por isso, se você quiser comprar esse retrovisor, compre, só utilize as funções que podem tirar sua concentração enquanto você estiver com o carro estacionado. Afinal, trânsito não é lugar de tentar passar daquela fase do Candy Crush.


O acessório pode ser comprado por 200 dólares instalado em qualquer carro.

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Com mais de 10 mil games, professor dos EUA estabelece novo recorde


O recorde de mais ampla coleção de games foi batido em 2013 por um norte-americano, que possui 10.607 jogos , quase 2 mil a mais do que a maior marca anterior, de 8.616. O novo recorde foi publicado na edição de Games pelo recém lançado “Guiness World Records 2014 Gamer’s Edition”.

O colecionador é Michael Thomasson, de 31 anos, professor de animação em 2D, design de games e história dos videogames do Canisius College, em Buffalo, no estado de Nova York, nos Estados Unidos. “Eu tenho cartuchos, discos. Eu tenho games em VHS e cassetes”, afirmou.

Para jogar todos os títulos, Thomasson também têm uma série de videogames, muito além dos modernos PlayStation e Xbox, como o Casio Loopy, uma console para meninas lançado em 1995 no Japão, e o Pippin, tentativa frustrada da Apple de entrar no mercado de jogos, lançado no mesmo ano.

Ele conta que o amor pelos games começou aos 12 anos. No Natal, recebeu de presente o jogo “Cosmic Avenger”, para Colecovision. “É o meu primeiro amor, então é sentimental”, disse Thomasson.

Segundo ele, a coleção começou imediatamente, mas o caminho para se tornar recordista mundial foi reiniciado duas vezes.

Em 1989, ele vendeu sua coleção toda para levantar dinheiro suficiente para comprar um Sega Genesis. Em 1999, os games foram colocados à venda para que ele pagasse os preparativos do casamento. “Eu estava sério na coleção quando nos casamos então ela sabia no que estava se metendo”, afirma Thomasson sobre sua esposa, Joann.

Desde então, deu início à reconstrução da coleção, comprando, em média, dois jogos por dia. Reservava para o hobby até US$ 3 mil por ano. Segundo suas estimativas, o valor total dos jogos varia de US$ 700 mil a US$ 800 mil.


Ele bateu o recorde estabelecido em 2010 por Richard Lecce, de 39 anos, que diz não contar mais a quantidade de games que possui.


Eurythmics se reúne para homenagem aos Beatles


O duo britânico Eurythmics vai se unir novamente em Los Angeles no fim deste mês para uma performance de celebração do 50º aniversário da presença dos Beatles no "Ed Sullivan Show", disseram os organizadores.

O duo, formado pela cantora Annie Lennox e o músico Dave Stewart, cujo último show foi em 2000, vai interpretar em 27 de janeiro canções dos Beatles em um concerto organizado pela Recording Academy, responsável pela cerimônia anual do Grammy.

Eles dividirão o palco com os cantores de R&B Alicia Keys e John Legend e o grupo de pop-rock Maroon 5, no concerto que será transmitido pela TV CBS em 9 de fevereiro.

"A noite que mudou a América: Uma saudação aos Beatles" presta homenagem às apresentações da banda em fevereiro de 1964 no "Ed Sullivan Show", ao qual se atribui o lançamento da chamada invasão britânica no rock.

O cantor pop John Mayer e a o cantor de country Keith Urban também participarão da homenagem.

O Eurythmics, ganhador do Grammy, lançou seu primeiro álbum em 1981 e vendeu mais de 75 milhões de discos. Eles romperam em 1990, mas se uniram brevemente para lançar um novo álbum e fazer uma turnê em 1999.



quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Conheça o Hi! Um “Post-it” de última geração em forma de gravador de voz


Entra ano, sai ano e eles continuam conosco. Sim, me refiro aos Post-its, aquelas notas adesivas amarelas que colamos em locais estratégicos para nos ajudar a lembrar de nossos compromissos. Eles são práticos e fáceis de serem usados: escreva, destaque e cole onde deseja. O problema é que eles não são recicláveis, portanto temos sempre que comprar mais bloquinhos de Post-its quando eles acabam. Seria preciso criar alguma solução criativa para resolver isso, e é isso que fizeram ao criarem o Hi!

O Hi! é basicamente uma versão high-tech do nosso clássico Post-it. O que difere ele do anterior é que nele nós gravamos mensagens de voz no lugar de textos, portanto substitui recados por notas audíveis.


Ele é magnético, portanto podemos fixá-lo em lugares metálicos como gabinetes de PC, geladeira ou partes metálicas de mesas. Tem corpo emborrachado e dois botões, um para gravar mensagens de até 10 segundos e outro para ouvir as mensagens que gravou. Deseja apagar a mensagem? Grave outra por cima, simples assim.

Curtiu? O Hi! está disponível em duas opções de cores, vermelho e azul, na loja britânica Firebox por £12.99 cada.



12 Doutores de Doctor Who desenhados como Tim Burton

Os doutores da série Doctor Who já se meteram em situações sombrias antes, mas nunca antes foram representados com o charme dos traços do cineasta Tim Burton. Quem criou as ilustrações foi o ilustrador Michael Kenny. Só faltou o 12º Doutor pra completar a lista, mas todos os 12 primeiros estão aí (incluindo o Dr. da Guerra John Hurt), pousando para a foto bem no estilo “gótico simpático” dos traços de Tim Burton.

Como se não fosse o bastante, ele ainda representou alguns deles como gifs. Ao ver as imagens, tente imaginar como seria a série no estilo Tim Burton. Fãs de Dr. Who, vejam mas tentem NÃO PISCAR:

1º Doutor – William Hartnell (1963)

2º Doutor – Patrick Troughton (1966)


3º Doutor – Jon Pertwee (1970)


4º Doutor – Tom Baker (1974)


5º Doutor – Peter Davison (1981)


6º Doutor – Colin Baker (1984)


7º Doutor – Sylvester McCoy (1987)


8º Doutor – Paul McGann (1996)


O Doutor da Guerra – John Hurt (2013)


9º Doutor – Christopher Eccleston (2005)


10º Doutor – David Tennant (2005)


11º Doutor – Matt Smith (2010–13)



quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Pais recriam cenas de filmes com seu filho

Leon Mackie e Lilly Lang são cinéfilos assumidos e tiveram a ideia de aproveitar as caixas de uma mudança de casa para fazer os cenários de suas fotos protagonizadas por seu filho, recriando algumas cenas de filmes famosos como Alien, Jurasic Park, Náufrago e outros. Confira as fotos a seguir e morra de fofura! ♥

Star Wars


Alien


Tubarão


Esqueceram de mim


O Cavaleiro das Trevas


Indiana Jones e o Templo da Perdição


Náufrago


O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final


Desafiando os limites


Jurassic Park


Apollo 13


Três Homens em Conflito


Duro de Matar


A Vida Marinha com Steve Zissou


Leon e Lilly sempre atualizam seu blog com fotos novas, quem quiser acompanhar é só acessar


A casa de gato mais legal ever! Super Mario curtiu isso!


Se você acompanha o blog sabe que nós adoramos bichos e é claro Super Mario! Então hoje encontramos a combinação perfeita para os apaixonados por bichanos e fãs do game da Nintendo, uma casinha de gato baseada no jogo que é muito legal. Veja as imagens a seguir: